Boticas recebeu Simpósio Internacional sobre Paisagens Mineiras Antigas na Europa Ocidental
BOTICAS, 2014-07-31 11:07:28


O concelho de Boticas acolheu, entre os dias 25 e 27 de julho, o Simpósio Internacional “PAISAGENS MINEIRAS ANTIGAS NA EUROPA OCIDENTAL. INVESTIGAÇÃO E VALORIZAÇÃO CULTURAL”, um evento que reuniu um vasto conjunto de especialistas convidados, nacionais e internacionais, em torno de dois temas centrais: Investigação e Valorização.

Este Simpósio, organizado pela Unidade de Arqueologia da Universidade do Minho em conjunto com o Município de Boticas, foi de encontro ao programa de ações de fomento da investigação e transferência de conhecimento do Parque Arqueológico do Vale do Terva – PAVT, permitindo assim incluir o estudo e a valorização deste valioso património histórico e arqueológico em debates e ciclos de investigação mais alargados, dando ao mesmo tempo a conhecer a região em termos académicos, científicos e turísticos.

A cerimónia de abertura do Simpósio, realizada no Auditório Municipal, contou com a presença de vários intervenientes, entre os quais o Presidente da Câmara Municipal de Boticas, Fernando Queiroga, o Presidente da Assembleia Municipal, Fernando Campos, o responsável científico pelo projeto do PAVT, Luís Fontes, a Presidente da Unidade de Arqueologia da Universidade do Minho, Manuela Martins, o Reitor da Universidade do Minho, António M. Cunha, o Vice-Presidente da CCDR-N, Carlos Neves, e o Diretor da DRCN, António Ponte. De salientar a intervenção do Presidente da Câmara Municipal, Fernando Queiroga, que reafirmou o empenhamento da autarquia em continuar o trabalho iniciado pelo antigo executivo camarário, juntamente com a Unidade de Arqueologia da UM, em torno do projeto do PAVT, pretendendo-se que o mesmo se estabeleça como um agente de desenvolvimento sustentável do território e da região, quer em termos de conhecimento, quer em termos económicos e de promoção turística nacional e internacional.

Após a sessão de abertura, foi dado início às conferências dedicadas à Investigação de Paisagens Mineiras Antigas, seguindo-se, da parte da tarde, a apresentação dos Posters sobre esta mesma temática, em que os oradores se debruçaram sobre casos de estudo específicos, entre os quais o Povoamento e a Paisagem da Idade do Ferro no PAVT, e a Arqueologia da Arquitetura no PAVT – caso de estudo da aldeia de Ardãos.

No dia seguinte, dia 26 de Julho, as apresentações e o debate centraram-se na Valorização de Paisagens Culturais, tendo sido abordados estudos particulares de paisagens mineiras antigas, como o caso de Las Médulas (Léon), em Espanha, do Val di Cornia (Toscânia), em Itália, de algumas paisagens mineiras na Roménia, e ainda o próprio caso do PAVT. Já a tarde foi dedicada à apresentação de Posters, desta vez no Centro Interpretativo do PAVT, sobre a Valorização deste tipo de paisagens, tendo sido discutidos os casos particulares do Rio de Frades, em Arouca, da paisagem mineira do Vale do Tâmega, em Ourense (Espanha), das Serras de Santa Justa e Pias, em Valongo, e ainda duas apresentações relativas ao projeto do PAVT e a sua classificação como Sítio de Interesse Público, seguindo-se depois o respetivo debate sobre as apresentações.

O último dia do Simpósio, dia 27 de julho, ficou reservado para o Lançamento das Atas do Congresso e para a Sessão de Encerramento de dois dias intensivos de troca de conhecimento e informação entre os diversos especialistas. A sessão deu-se por encerrada no Centro Interpretativo do PAVT, pela Vereadora Maria do Céu Fernandes e pelo Professor Luís Fontes, representantes da organização do evento, seguindo-se depois uma breve visita guiada ao Complexo Mineiro Antigo do Vale Superior do Rio Terva e um almoço regional servido no campo.

Este Simpósio surge na sequência do programa de “Conservação, Estudo, Valorização e Divulgação do Complexo Mineiro Antigo do Vale Superior do Rio Terva, Boticas”, iniciado em 2006, em que o Município de Boticas e a Universidade do Minho convergiram no interesse mútuo de promover a criação do Parque Arqueológico do Vale do Terva - PAVT, através do qual se assegura o estudo, proteção, valorização e difusão alargada do seu valioso património histórico e arqueológico.

De relembrar que este é um programa que resulta da candidatura apresentada ao EEC PROVERE AQUANATUR – PA/1/2012 EIXO PRIORITÁRIO II – VALORIZAÇÃO ECONÓMICA DE RECURSOS ESPECÍFICOS ON.2 O NOVO NORTE, com investimento elegível de 1.087.089,00€ e financiamento FEDER de 869.671,20€, e que deu origem à classificação deste conjunto como Sítio de Interesse Público (Portaria n.º 386/2013, Diário da República, 2.ª série, N.º 115, de 18 de junho de 2013) e à criação da figura do Parque Arqueológico do Vale do Terva, uma ferramenta fundamental para o fomento de um eixo local de desenvolvimento sustentável.

Tags

Protecção Civil   Senhor do Monte   Parque de Campismo   Vespa Velutina   Educação Rodoviária   Semana da Leitura   ANMP   Fernando Queiroga   Museu Rural   Chegas de Bois   Desporto   Aventura no Barroso   Boticas Parque (BNB)   São João   Festival de Folclore   Janeiras / Reis   Comissão Municipal de Proteção Civil   Autarquia   B.V.B.   COVID-19  

Últimas

Assinatura dos Acordos de atribuição de subsídios às Juntas de Freguesia

Assinatura dos Acordos de atribuição de subsídios às Juntas de Freguesia

Assinatura dos Protocolos relativos ao Programa de Medidas Compensatórias do Sistema Electroprodutor do Tâmega

Assinatura dos Protocolos relativos ao Programa de Medidas Compensatórias do Sistema Electroprodutor do Tâmega

Queimas e queimadas proibidas durante o período crítico

Queimas e queimadas proibidas durante o período crítico

Câmara de Boticas vai passar a entregar o Correio em algumas aldeias do Concelho

Câmara de Boticas vai passar a entregar o Correio em algumas aldeias do Concelho

ARS Norte preocupada com a mobilidade na época do verão e preparação do inverno

ARS Norte preocupada com a mobilidade na época do verão e preparação do inverno

Programa de Dinamização da Restauração e do Comércio Local “Viver Boticas”

Programa de Dinamização da Restauração e do Comércio Local “Viver Boticas”

Atividades de Ocupação de Tempos Livres não se realizam este verão

Atividades de Ocupação de Tempos Livres não se realizam este verão

Piscinas Municipais Descobertas não abrem no verão

Piscinas Municipais Descobertas não abrem no verão