Mais de 20 mil juvenis de mexilhão-de-rio libertados no rio Beça
BOTICAS, 2022-07-18 17:02:46

Mais de 20 mil juvenis de mexilhão-de-rio libertados no rio Beça Mais de 20 mil juvenis de mexilhão-de-rio libertados no rio Beça Mais de 20 mil juvenis de mexilhão-de-rio libertados no rio Beça

Ao longo dos últimos meses têm vindo a realizar-se ações de reprodução em cativeiro do mexilhão-de-rio (Margaritifera margaritifera) no Centro de Reprodução dedicado à espécie, localizado no Boticas Parque – Natureza e Biodiversidade (BNB).

As ações iniciaram-se nos meses de setembro e outubro com recolha de gloquídeos (larvas de mexilhão-de-rio) e prosseguiram, de abril a junho, com a colheita e libertação de mais de 20 mil de juvenis em vários pontos do rio Beça, contribuindo para a preservação da espécie no Concelho de Boticas e em Portugal.

Foram ainda reservados vários milhares de juvenis em condições controladas no Centro de Reprodução, recorrendo a diferentes estratégias devidamente estudadas e dimensionadas, com o objetivo de acompanhar o seu desenvolvimento, aumentando assim a probabilidade de sobrevivência em meio natural.

As ações de preservação e reprodução de mexilhão-de-rio decorreram no âmbito do “Programa de Medidas de Compensação de Fauna e Flora associadas ao Projeto Tâmega”, do qual derivou um protocolo celebrado entre o Município de Boticas e a Iberdrola, empresa responsável pelo projeto do Sistema Eletroprodutor do Tâmega.

De acrescentar que o mexilhão-de-rio é uma espécie protegida internacionalmente pela Convenção de Berna e pela Diretiva Habitats da Comissão Europeia, estando registada como espécie “Em Perigo” no mundo e como “Criticamente em Perigo” na Europa, pela Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN).

O mexilhão-de-rio está distribuído na Europa, desde os países escandinavos ao noroeste ibérico, e estima-se que cerca de 95% das suas populações já tenham desaparecido, sendo que a poluição e perda do habitat, assim como a diminuição das populações de salmões e trutas de que dependem, são os fatores que mais contribuíram para o desaparecimento de grande parte da espécie. 

O mexilhão-de-rio é um excelente indicador da qualidade ambiental, nomeadamente da água, e o sucesso da sua recuperação depende do bom estado do ecossistema em que vive.

Tags

Aventura no Barroso   CIM do Alto Tâmega   Dia do Idoso   Idosos   Boticas Trail   Rali   Festa de Boticas   Fórum Boticas   Património Agrícola Mundial   Vespa Velutina   Conselho Local de Ação Social   Igualdade   Dia Nacional dos Moinhos   Natalidade   Semana da Leitura   Casas do Conhecimento   Senhor do Monte   Documentário   Gond-Pontouvre   Cartão Social  

Últimas

Grupo Desportivo de Boticas mantém certificação da Federação Portuguesa de Futebol

Grupo Desportivo de Boticas mantém certificação da Federação Portuguesa de Futebol

Eleições Europeias 2024 – Concelho de Boticas

Eleições Europeias 2024 – Concelho de Boticas

Exposição de Joalharia Artística, “Pressentimento”, inaugurada no Centro de Artes

Exposição de Joalharia Artística, “Pressentimento”, inaugurada no Centro de Artes

Fernando Queiroga participou na apresentação do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais

Fernando Queiroga participou na apresentação do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais

Dia Mundial da Criança celebrado em Boticas

Dia Mundial da Criança celebrado em Boticas

“Stage One” comemorou o seu primeiro aniversário

“Stage One” comemorou o seu primeiro aniversário

Comemorações do 53º Aniversário dos Bombeiros de Boticas

Comemorações do 53º Aniversário dos Bombeiros de Boticas

Simulacros de incêndio no Agrupamento de Escolas Gomes Monteiro

Simulacros de incêndio no Agrupamento de Escolas Gomes Monteiro