CIMAT lança Observatório de dados do Alto Tâmega
BOTICAS, 2021-01-28 18:16:47

CIMAT lança Observatório de dados do Alto Tâmega

A Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT) apresenta o seu mais recente projeto - o Observatório de dados do Alto Tâmega, assente numa Infraestrutura de Dados Espaciais para a Região do Alto Tâmega. Esta é uma plataforma de partilha e gestão da informação, em rede, com a capacidade de agregar e tratar todo o tipo de informação, num único canal.

O Alto Tâmega possui uma quantidade elevada e dispersa de informação geográfica e de difícil acesso. Com a criação do Observatório do Alto Tâmega disponível em httpss://sig-altotamega.pt/, pretende-se alterar este paradigma, no sentido de o território passar a ter uma plataforma agregadora de informação, capaz de responder a várias necessidades e eliminando também redundâncias.

A arquitetura do software da plataforma foi definida em função de um conjunto de eventuais necessidades de informação, cruciais para uma resposta mais eficiente. Estas deram origem a um conjunto de categorias como: Economia, Ambiente, Elevação, Mapas Base, Localização, Planeamento, População, Edificado, Transportes, entre outras.

O objetivo principal do IDE do Observatório do Alto Tâmega, é a possibilidade de fomentar a criação de fluxos de trabalho de produção e atualização da informação, e a criação de redes de utilizadores técnicos, com objetivos comuns, os quais beneficiarão das redes de conhecimento e partilha de informação.

A plataforma está a ser alimentada com recurso a dados que a CIMAT possui em arquivo, adquiridos em estudos prévios e herdados da Associação de Municípios do Alto Tâmega, e com dados de cada um dos municípios do Alto Tâmega. Apesar destes recursos e de ser expectável que vários intervenientes (municípios, empresas, etc.) contribuam com dados para a plataforma, verificou-se a necessidade de realizar um conjunto de levantamentos essenciais para o seu bom funcionamento, tendo em conta o desafio das novas competências da CIMAT.

A CIMAT assume-se assim como organismo coordenador na implementação e gestão da infraestrutura de dados para a região do Alto Tâmega e, através desta, facilitar e melhorar o acesso a um conjunto de dados essenciais para o desenvolvimento económico da região, de uma cidadania mais participada e informada, melhorando a qualidade e quantidade de dados disponíveis e sua homogeneização.

Esta plataforma disponível em sig-altotamega.pt possui neste momento 80 camadas para acesso livre e mais de 300 camadas para utilizadores registados.

O Observatório do Alto Tâmega resulta da candidatura ao aviso NORTE-50-2016-12 – Promoção das TIC na Administração e Serviços Públicos.

Tags

Natal   Conselho Municipal de Educação   Chegas de Bois   Vespa Velutina   Dia Nacional dos Moinhos   Ambiente   Dia do Homem   Gond-Pontouvre   Património Agrícola Mundial   FestInVale   Verão em Festa 2023   BTT   GDB   Boticas Mexe   Aventura no Barroso   Seminário   Freestyle   B.V.B.   DHI   Rampa de Boticas  

Últimas

Associação Cultural Recreativa e Desportiva da Serra do Leiranco e “Baile Art” animaram Praça do Município

Associação Cultural Recreativa e Desportiva da Serra do Leiranco e “Baile Art” animaram Praça do Município

Boticas é Município Amigo do Desporto e Autarquia Solidária

Boticas é Município Amigo do Desporto e Autarquia Solidária

Exposição “Memórias” no Ecomuseu de Barroso

Exposição “Memórias” no Ecomuseu de Barroso

“Verão em Festa 2024” arrancou com animação do grupo Radikal Show

“Verão em Festa 2024” arrancou com animação do grupo Radikal Show

Bombeiros Voluntários de Boticas recebem veículo de combate a incêndios florestais

Bombeiros Voluntários de Boticas recebem veículo de combate a incêndios florestais

Apresentação do livro “Boticas escreve a sua História

Apresentação do livro “Boticas escreve a sua História"

Atividades de Ocupação de Tempos Livres para crianças e jovens do Concelho

Atividades de Ocupação de Tempos Livres para crianças e jovens do Concelho

Inauguração do Turismo Rural “Refúgio do Tempo”

Inauguração do Turismo Rural “Refúgio do Tempo”