Escavações na Estação Arqueológica das Batocas pelo segundo ano consecutivo
BOTICAS, 2011-08-04 12:38:51


Os alunos de Arqueologia da Universidade do Minho terminaram, no final do passado mês de Julho, os trabalhos arqueológicos que se encontravam a realizar no lugar das "Batocas", na freguesia de Ardãos, no âmbito do Projecto de "Conservação, Estudo, Valorização e Divulgação do Complexo Mineiro Antigo do Vale Superior do Rio Terva, Boticas", tendo o Presidente da Câmara Municipal de Boticas, Fernando Campos, visitado, recentemente, o local para conhecer de perto os trabalhos desenvolvidos pelos futuros arqueólogos.

O grupo de estudantes realizou um conjunto de escavações, nas quais se descobriram e identificaram algumas coroas e alinhamentos, que se acredita que sejam referentes a um povoado romano que serviria de apoio à exploração e tratamento mineiro ali existente. Estes trabalhos, que se realizaram sobre a supervisão do Prof. Luís Fontes e da Dra. Mafalda Alves, da Unidade de Arqueologia da Universidade do Minho, e da equipa de arqueólogos da Autarquia, revelaram-se determinantes na evolução deste projecto e reveladores da grande importância do local onde outrora prosperou um complexo mineiro de exploração de ouro.

Apesar dos inúmeros trabalhos desenvolvidos e do que já se desvendou, ainda há muito a descobrir na Estação Arqueológica das Batocas, que em conjunto com as explorações mineiras do Poço das Freitas e do Brejo constituem o Complexo Mineiro Antigo do Vale Superior do Rio Terva.

Recorde-se que a Universidade do Minho e o Município de Boticas estabeleceram um protocolo de cooperação para execução do referido projecto, tendo já no ano passado estado, igualmente, um grupo de alunos de arqueologia da universidade minhota no concelho botiquense, de forma a dar seguimento a este projecto. Em 2010, o grupo realizou alguns trabalhos de pesquisa bibliográfica e documental, alguns levantamentos topográficos em locais anteriormente seleccionados, prospecções extensivas e intensivas na área de estudo, bem como sondagens de diagnóstico no povoado de Batocas.

Estes trabalhos e os que ainda se vão realizar serão um valioso contributo para um trabalho mais amplo e aprofundado que conduzirá à requalificação e valorização de todo o Complexo Mineiro Antigo do Vale Superior do Rio Terva, através de um projecto que o Município de Boticas tem em marcha para o local e que permitirá não só valorizar e preservar o espaço, mas também dar a conhecer a todos aquele que foi um dos mais importantes locais de mineração aurífera na época romana.

Tags

FestInvale   Boticas Parque   Semana da Leitura   Canil Municipal   Comissão Municipal de Defesa da Floresta   Barragens Alto Tâmega   Gond-Pontouvre   Chegas de Bois   Rampa de Boticas   B.V.B.   São João   Dia da Mulher   Ambiente   Livros / Lançamentos / Feiras   Exposições   Festa Castreja   Verão em Festa 2019   PIICIE   Conselho Municipal de Educação   Defesa da Floresta  

Últimas

Alunos das Escolas de Boticas saíram à rua para festejar o Carnaval

Alunos das Escolas de Boticas saíram à rua para festejar o Carnaval

Reunião da Comissão de Acompanhamento e Monotorização da Descentralização

Reunião da Comissão de Acompanhamento e Monotorização da Descentralização

Presidente da Câmara recebeu nova diretora comercial regional do BCP

Presidente da Câmara recebeu nova diretora comercial regional do BCP

Rede Casas do Conhecimento promoveu oitava sessão da Comunidade de Leitores

Rede Casas do Conhecimento promoveu oitava sessão da Comunidade de Leitores

Escola de Educação Rodoviária recebeu novo grupo de alunos de Chaves

Escola de Educação Rodoviária recebeu novo grupo de alunos de Chaves

Sessão de Esclarecimentos sobre apoios comunitários para o setor agropecuário

Sessão de Esclarecimentos sobre apoios comunitários para o setor agropecuário

Caminhada “Trilho dos Amores e da Barrosã Encantada”

Caminhada “Trilho dos Amores e da Barrosã Encantada”

Escola de Educação Rodoviária recebeu visita de alunos de Chaves

Escola de Educação Rodoviária recebeu visita de alunos de Chaves