XII Feira Gastronómica do Porco realiza-se nos dias 15, 16 e 17 de Janeiro
BOTICAS, 2010-01-05 15:53:00


Nos próximos dias 15, 16 e 17 de Janeiro, Boticas promete voltar a transformar-se num local de “romaria” obrigatória, por ocasião da realização da Feira Gastronómica do Porco, um certame que conta com organização da Câmara Municipal de Boticas e vai já na sua XII edição, a ter lugar, como habitualmente, no Pavilhão Multiusos.

Desde a sua primeira edição e ao longo dos anos, o certame tem vindo a registar um assinalável sucesso, mantendo-se fiel aos princípios que levaram à sua instituição, que passam pela defesa intransigente dos interesses do mundo rural barrosão e pela preservação, valorização e divulgação dos produtos da agricultura e da pecuária locais, de genuína qualidade, respondendo às mais modernas exigências e procurando alargar a oferta em termos de turismo gastronómico na região e até no norte do país, um turismo cada vez mais exigente e em assinalável expansão nos últimos anos.

Ao longo das suas onze anteriores edições, a Feira Gastronómica do Porco atingiu tal dimensão que ganhou o direito próprio a ser considerada um evento de grande significado para a economia local, em especial para aqueles que continuam a criar o porco e a fazer os enchidos da forma tradicional e que encontram nesta feira oportunidades de negócio únicas e o reconhecimento da qualidade dos seus produtos.

O modelo seguido por este certame nas suas anteriores edições, com uma aposta clara na gastronomia, em paralelo com a venda de produtos, tem sido a verdadeira “receita” do seu sucesso, motivo pela qual se continuará a manter, continuando a Feira Gastronómica do Porco a manter a procurar “marcar pela diferença” em relação aos outros eventos do género que se realizam na região, apostando na promoção da gastronomia do concelho e dos seus pratos tradicionais, neste caso concreto confeccionados à base da carne de porco e do fumeiro.

De ano para ano, de edição para edição, a grande preocupação da organização foi melhorar cada vez mais a qualidade do certame, a começar pelos produtos para venda, garantindo a genuinidade e autenticidade dos produtos e exercendo um rigoroso controlo em relação às condições em que estes são produzidos, certificando-se que são respeitadas as boas práticas de higiene na confecção do Fumeiro Tradicional, de acordo com a legislação em vigor e as regras instituídas pela Direcção-geral de Veterinária e pela Direcção-geral de Fiscalização e Controlo da Qualidade Alimentar.

As exigências impostas pela organização do certame garantem a qualidade dos produtos para venda no recinto da Feira e são uma das grandes razões para o sucesso do certame. Os produtores estão sensibilizados para o respeito destas regras e não só as respeitam como concordam com elas. Prova disso é que, de ano para ano, o número de produtores de fumeiro presentes na Feira não tem conhecido grande oscilação, rondando a meia centena, aos quais se somam mais duas dezenas de stands de exposição e venda de artesanato.

Apesar do momento de “crise” que continua a afectar a economia nacional e mundial, a organização da Feira Gastronómica do Porco não conta que tal possa afectar o certame, até porque em épocas de crise a população costuma comprar menos, mas continua a comprar os produtos que comprovadamente sabe que são de qualidade. Neste contexto, é previsível que o volume de negócios seja superior a 350 mil euros, decorrente da venda de aproximadamente 30 toneladas de fumeiro.

Tendo em conta a dimensão alcançada pela Feira Gastronómica do Porco nas anteriores edições e a crescente procura dos produtos que dão nome a este certame, a organização prevê que o número de visitantes desta edição se aproxime das 50 mil pessoas, provenientes das mais variadas regiões do País (em particular da região Norte) e da vizinha Espanha.

Para além da mostra e venda de fumeiro, as “tasquinhas”, que tanta fama têm dado à Feira Gastronómica do Porco e que são, no fundo, a “alma” deste certame, voltam a ocupar o lugar central, esperando-se que, à hora das refeições, se verifiquem autênticas “enchentes” na Feira Gastronómica do Porco. Os restaurantes do Concelho voltam a associar-se à iniciativa e, mesmo aqueles que não estão representados no recinto, irão disponibilizar uma ementa com pratos confeccionados à base da carne de porco.

As ementas continuam a aopostar forte na qualidade dos pratos regionais confeccionados segundo os costumes tradicionais, que se perdem na memória dos botiquenses. Os visitantes vão poder provar, entre muitas e saborosas especialidades gastronómicas locais, o Arroz de Costelas e Chouriça, o Cozido à Barrosã, o Caldo Barrosão, os Rojões no Pote, as Costelas de Vinho e Alho e a Feijoada Barrosã, para além dos produtos fumados como o salpicão, a chouriça e a alheira, não esquecendo o presunto de Barroso, a bola centeia e os vinhos regionais.

Mais uma vez, todos os preços praticados na Feira Gastronómica do Porco estão devidamente tabelados, quer nas “tasquinhas”, quer nos expositores de venda de fumeiro, naquela que tem sido uma prática corrente ao longo de todas as edições do certame, e não conhecerão alterações em relação ao ano passado.

Muita Animação

Como não poderia deixar de ser, para além da gastronomia, os visitantes vão encontrar muita animação na Feira Gastronómica do Porco durante os três dias, desde logo a começar pelas famosas, inigualáveis e tradicionais “chegas de bois”, que tanta gente arrastam até à região do Barroso, tendo como placo o recinto do Campo de Futebol, contíguo ao Pavilhão Multiusos.

No interior do recinto da Feira subirão ao palco os grupos de música tradicional e popular. O Primeiro dia do certame, sexta-feira, será o dia dos grupos tradicionais do Concelho, actuando o Grupo de Danças e Cantares regionais de Boticas, o Grupo de Cantares da Associação de Sapiãos e o Rancho do Centro Cultural e Recreativo de Beça.

O sábado a tarde contará com a actuação do Grupo Água Velames e à noite subirá ao palco o grupo “Ai que Vida”. A tarde de domingo trás os Cantares ao Desafio, pela voz (e concertinas) de Augusto Canário & Amigos, e ao início da noite entram em cena as concertinas dos “Rapazões da Venda Nova”.

Para além disso, durante o sábado haverá pintura ao vivo no recinto e no domingo pela manhã realizar-se-á uma demonstração de Artes Marciais (Taekwondo).

Durante todo o certame, no piso superior do átrio do Pavilhão Multiusos poderá ser apreciada uma exposição de pintura composta pelos quadros pintados no decorrer do II Encontro de Pintura ao Vivo, realizado no passado mês de Agosto.

Integrado no programa da XII Feira Gastronómica do Porco realizar-se-á também (no sábado) mais um Capítulo Geral da Confraria Gastronómica da Carne Barrosã.

Exposição “Emoções Gastronómicas em Boticas”

Por ocasião da XII Feira Gastronómica do Porco, o átrio dos Paços do Concelho recebe a exposição “Emoções Gastronómicas em Boticas”, que reúne utensílios e literatura relacionada com o tema, contando com alguns exemplares que são já verdadeiras relíquias literárias de uma cozinha tradicional portuguesa, que deve ser preservada, estudada e divulgada.

Estarão também representadas, através dos seus trajes tradicionais, as Confrarias da Gastronomia portuguesa, guardiãs de um conhecimento que deve ser mantido, divulgando a “cozinha saudável”, principalmente junto da população mais nova, que está a ser desviada para alimentos “empacotados” que provocam uma obesidade prejudicial ao seu normal desenvolvimento.

A exposição será também aproveitada para a apresentação de uma publicação que reúne algumas das receitas tradicionais do Concelho de Boticas e que é fruto de uma exaustiva recolha feita ao longo dos últimos anos.

PROGRAMA

  • 15 a 17 de Janeiro 2010

Dia 15 > Sexta-feira

  • 12.00h > Abertura da Feira
  • 12.30h > Almoço nas Tasquinhas
  • 17.00h > Sessão Solene
  • 17.30h > Animação (Rancho de Boticas)
  • 18.00h > Ronda das Tasquinhas
  • 20.00h > Animação (Associação de Sapiãos)
  • 21.30h > Animação (Rancho de Beça)
  • 24.00h > Encerramento

Dia 16 > Sábado

  • 10.00h > Abertura da Feira
  • 10.30h > Recepção aos Confrades da Confraria Gastronómica da Carne Barrosã
  • 11.00h > Pintura ao vivo
  • 12.00h > Almoço nas Tasquinhas
  • 14.30h > Animação (Grupo Água Velames)
  • 15.30h > Chega de Bois
  • 16.30h > Animação (Grupo Água Velames)
  • 18.00h > Ronda das Tasquinhas Apadrinhada pelas
  • Confrarias da Gastronomia Portuguesa
  • 20.00h > Animação (Grupo Ai que Vida)
  • 24.00h > Encerramento

Dia 17 > Domingo

  • 10.00h > Abertura
  • 10.00h > Demonstração de Artes Marciais (Taekwondo)
  • 12.30h > Almoço nas Tasquinhas
  • 15.30h > Chega de Bois
  • 16.00h > Animação (Cantares ao Desafio com Augusto Canário & Amigos)
  • 17.30h > Entrega de Diplomas de Participação
  • 18.00h > Ronda das Tasquinhas
  • 19.00h > Animação (Rapazões da Venda Nova)
  • 22.00h > Encerramento da Feira

 

Anexo Disponível


DOSSIER DE IMPRENSA

[Formato . pdf - 6.38 MB KB]
Tags

Assembleia Municipal   Fernando Queiroga   Inaugurações   Museu Rural   CIM do Alto Tâmega   Confraria   Cão de Gado Transmontano   Nadir Afonso   Protecção Civil   S. Sebastião   Cultura Popular   Comissão Municipal de Defesa da Floresta   Boticas Parque (BNB)   Quinta do Cruzeiro   Gond-Pontouvre   Festas / Romarias   Rampa de Boticas   Festa Castreja   Dia da Mulher   FestInvale  

Últimas

Atividades de Ocupação de Tempos Livres não se realizam este verão

Atividades de Ocupação de Tempos Livres não se realizam este verão

Piscinas Municipais Descobertas não abrem no verão

Piscinas Municipais Descobertas não abrem no verão

EDP entregou máscaras à Câmara para oferecer à Misericórdia de Boticas

EDP entregou máscaras à Câmara para oferecer à Misericórdia de Boticas

RI 19 apoia Município de Boticas na vigilância da Floresta

RI 19 apoia Município de Boticas na vigilância da Floresta

Alteração dos horários dos transportes públicos

Alteração dos horários dos transportes públicos

Plano Distrital de Emergência de Proteção Civil de Vila Real Mantém-se Ativo até ao Final de Agosto

Plano Distrital de Emergência de Proteção Civil de Vila Real Mantém-se Ativo até ao Final de Agosto

Criação da rede de observatórios do Património Agrícola Mundial concluída

Criação da rede de observatórios do Património Agrícola Mundial concluída

Presidente da Câmara participou na Assembleia-Geral da Águas do Norte

Presidente da Câmara participou na Assembleia-Geral da Águas do Norte