Assembleia Municipal aprovou Proposta de Definição da Operação de Reabilitação Urbana e adesão à Associação Termas de Portugal
BOTICAS, 2019-03-01 12:09:43

 

Realizou-se esta quinta-feira, dia 28 de fevereiro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, uma sessão ordinária da Assembleia Municipal de Boticas, onde foram apresentados e aprovados vários assuntos de interesse municipal, entre os quais a adesão do Município de Boticas à Associação das Termas de Portugal, entidade ligada ao estudo e desenvolvimento do termalismo.

Segundo o Presidente da Câmara, Fernando Queiroga, a adesão da autarquia a esta associação “constitui uma mais-valia para o crescimento e valorização do setor termal existente na região do Alto Tâmega e também no Concelho de Boticas, com as Termas de Carvalhelhos”.

Outro dos pontos aprovados foi o Programa Estratégico de Reabilitação Urbana (PERU) e a definição da Operação de Reabilitação Urbana (ORU) prevista para a vila de Boticas, proposta que visa definir uma estratégia integrada para a área urbana de Boticas, promovendo melhores condições urbanísticas, de forma a atrair mais investimento e oportunidades que dinamizem o setor económico, social e cultural, nomeadamente através da reabilitação de edifícios e qualificação das infraestruturas, dos equipamentos e dos espaços verdes públicos.

Fernando Queiroga referiu que “a autarquia disponibiliza benefícios fiscais (isenção do IMI e IMT) para os proprietários que concretizem projetos através da ORU”, destacando que a implementação da operação “permite valorizar e melhorar as condições urbanísticas e ambientais do perímetro urbano da vila”.

Além dos incentivos municipais, os proprietários podem ainda usufruir de outros apoios decorrentes do Estatuto dos Benefícios Fiscais.

Por fim, foram alvo de votação mais dois diplomas sobre a descentralização publicados pelo Governo, no âmbito da lei-quadro de transferência de competências para as autarquias locais.

Tal como aconteceu com outras propostas anteriormente votadas, Fernando Queiroga justificou, mais uma vez, que “a autarquia não dispõe de recursos técnicos e humanos suficientes para aceitar a transferência de competências em mais duas áreas”.

Tags

Kung Fu Boticas   Heróis da Fruta   Fernando Queiroga   Município de Boticas     Feira Gastronómica do Porco   Festival do Folclore   Conselho Local de Ação Social   PAVT   Hora do Planeta   CPCJ   TT   Defesa da Floresta   CEDIEC   Confraria   Centro de Artes   Carnaval   +Boticas   CIM do Alto Tâmega   Orçamento Participativo  

Últimas

Associação Empresarial Botiquense promove curso dirigido a jovens empreendedores

Associação Empresarial Botiquense promove curso dirigido a jovens empreendedores

Autarquia e Produtores de Fumeiro reuniram para preparar próxima edição da Feira Gastronómica do Porco

Autarquia e Produtores de Fumeiro reuniram para preparar próxima edição da Feira Gastronómica do Porco

Crianças de Boticas assinalaram o Dia Mundial da Árvore

Crianças de Boticas assinalaram o Dia Mundial da Árvore

Município de Boticas representado na BTL

Município de Boticas representado na BTL

Presidente da Câmara reuniu com Presidente da Federação Internacional de Motociclismo

Presidente da Câmara reuniu com Presidente da Federação Internacional de Motociclismo

Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega presente na BTL

Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega presente na BTL

Ações de sensibilização no âmbito da Operação “Floresta Segura 2019”

Ações de sensibilização no âmbito da Operação “Floresta Segura 2019”

Autorização de queimas e queimadas

Autorização de queimas e queimadas