Ministra da Agricultura e da Alimentação marcou presença na Apresentação do Projeto Bio - Polo Alto Tâmega e Barroso
BOTICAS, 2022-10-31 11:21:41


As instalações do antigo Centro de Formação Técnico Profissional Agrário "Alves Teixeira", em Vidago – Chaves, foram no passado sábado, dia 29 de outubro, palco da apresentação do Projeto Bio - Polo Alto Tâmega e Barroso, uma cerimónia presidida pela Ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes.

A abertura da sessão ficou a cargo do Presidente da Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega e Barroso (CIMAT), Amilcar Castro de Almeida, que centrou o seu discurso na importância que o desenvolvimento de uma agricultura mais sustentável tem vindo a ter no território, trazendo uma maior valorização para o produtor bio, ao mesmo tempo que garante ao consumidor a aquisição de produtos biológicos certificados, caracterizados por serem de melhor qualidade.

O também Presidente da Câmara Municipal de Valpaços acrescentou que é importante “saber retirar os conhecimentos dessa riqueza [os produtos biológicos da região] criando uma marca que é a da Bio Região do Alto Tâmega e Barroso”.

Nuno Vaz, Presidente da Câmara Municipal de Chaves e anfitrião desta cerimónia, vincou o papel que o território do Alto Tâmega e Barroso tem na sustentabilidade dos ecossistemas: “somos um território com uma natureza muito intensa, somos, sobretudo, um território de agricultura e floresta que acaba por ser um polo de atividades agrícolas, pecuárias e outras”. 

O autarca flaviense salientou ainda a heterogeneidade dos produtos dos seis municípios que compõem a região – Boticas, Chaves, Montalegre, Ribeira de Pena, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar – que trabalham sempre numa lógica de complementaridade, tendo a Água como elemento agregador. 

A apresentação do Projeto Bio – Polo Alto Tâmega e Barroso ficou a cargo do Primeiro Secretário Executivo da CIMAT, Ramiro Gonçalves, projeto este que surge no âmbito de uma ideia conjunta da CIMAT, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro – UTAD e Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte – DRAPN. Este visa a implementação de uma estratégia de desenvolvimento sustentado de âmbito territorial, em rede, para a promoção do desenvolvimento integrado dos territórios de baixa densidade.

O seu objetivo é promover as potencialidades dos produtos e do território, de uma forma diferenciadora, valorizando os produtos locais, nomeadamente, o modo de produção biológico, com menor pegada de carbono, mais resilientes às alterações climáticas, mais inclusivos e capazes de atrair jovens famílias através de maiores rendimentos.

“Este é um projeto que tem a capacidade de mudar a região, trazendo conhecimento para cima daquilo que já fazemos muito bem, o endógeno, e isso só se faz com capacitação. Estamos hoje numa antiga escola. Escola esta que já cumpriu uma função de capacitação dos atores do território e urge voltar a poder usá-la para capacitar esses mesmos atores no território. As pessoas procuram, cada vez mais, produtos certificados e não basta eu colocar lá um rótulo a dizer que é certificado. Alguém tem que garantir que é biológico e isto só se faz com conhecimento”, explicou Ramiro Gonçalves.

Este deu ainda nota que “já temos no território mais de 100 produtores que produzem em modo biológico” e que para que este projeto atinja os seus objetivos “temos de fazer vários caminhos: um caminho de capacitação, que é a génese deste projeto, um caminho de organização do setor, que é aquilo que temos vindo a fazer aos poucos, e um caminho de promoção. Para isso já criamos mercados, dentro dos nossos mercados municipais de fresco, única e exclusivamente, dedicados ao biológico e que têm sido um sucesso”.

A sessão encerrou com a intervenção de Maria do Céu Antunes, Ministra da Agricultura e da Alimentação, que teceu vários elogios a este Projeto, esperando “que estejam reunidos todos os requisitos [na candidatura apresentada] para que os peritos possam dar um parecer positivo e para que eu possa vir aqui em breve, convosco, assinar estes protocolos de colaboração. Deixo-vos aqui o meu compromisso. O compromisso de que, se a vossa candidatura fizer parte do pacote que vai ser aprovado, será aqui, neste espaço, que nós traremos o IFAP e a Direção Regional de Agricultura para a assinatura dos acordos”.

De entre os vários presentes e, para além dos anteriormente mencionados, marcaram ainda presença na sessão Carla Alves, Diretora Regional de Agricultura e Pescas do Norte, José Matias, Diretor Regional Adjunto da DRAPN, Anselmo Martins, Presidente da Assembleia Intermunicipal da CIMAT, Fernando Queiroga, Presidente da Câmara Municipal de Boticas, Alberto Machado, Presidente da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, Fátima Fernandes, Vereadora da Câmara Municipal de Montalegre, Rui Branco, Presidente da União das Freguesias de Vidago, membros dos executivos municipais dos municípios do Alto Tâmega e Barroso e demais representantes de entidades do território.

Tags

Concurso Pecuário   Juventude   Autarquia   Corrida de Abril   Património Agrícula Mundial   Boticas Fashion   Festa de Boticas   PAVT   Freestyle   Gond-Pontouvre   Protecção Civil   Comissão Municipal de Defesa da Floresta   Obras   Inaugurações     Documentário   Freguesias   Idosos   Exposições   Barragens Alto Tâmega  

Últimas

Grupo “Ás das Concertinas” animaram participantes do projeto “Cultura para Todos”

Grupo “Ás das Concertinas” animaram participantes do projeto “Cultura para Todos”

GNR sensibilizou idosos para as burlas na terceira idade

GNR sensibilizou idosos para as burlas na terceira idade

Projetos “Dar Vida aos Anos Envelhecendo & Recordar é Viver” promoveram I Torneio de Boccia

Projetos “Dar Vida aos Anos Envelhecendo & Recordar é Viver” promoveram I Torneio de Boccia

Atletas do Kung Fu Boticas destacaram-se no Campeonato Nacional de Artes Marciais Chinesas

Atletas do Kung Fu Boticas destacaram-se no Campeonato Nacional de Artes Marciais Chinesas

Município de Boticas distinguido como Autarquia Solidária

Município de Boticas distinguido como Autarquia Solidária

Câmara de Boticas distinguida como “Município Amigo do Desporto” pelo sexto ano consecutivo

Câmara de Boticas distinguida como “Município Amigo do Desporto” pelo sexto ano consecutivo

Cooperativa Agro Rural de Boticas comemorou 70 anos

Cooperativa Agro Rural de Boticas comemorou 70 anos

CLDS 4G “Boticas ComVida” promoveu palestras sobre aprendizagem e sucesso escolar

CLDS 4G “Boticas ComVida” promoveu palestras sobre aprendizagem e sucesso escolar