Requalificação da Rua Camilo Castelo Branco




Designação do projeto – Requalificação da Rua Camilo Castelo Branco

Código do projeto – NORTE-04-2316-FEDER-000131

Objetivo principal – Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

Região de intervenção – Norte

Entidade beneficiária – Município de Boticas

 

Data de aprovação – 04-05-2017

Data de início – 05-12-2017

Data de conclusão – 30-06-2018

Custo total elegível – 58.295,55€

Apoio financeiro da União Europeia – FEDER – 49.551,22€

Apoio financeiro público nacional – 8.744,33€

 

Descrição do Projeto:

No âmbito da presente operação pretende-se requalificar a Rua Camilo Castelo Branco, num troço da ER311 que liga a Vila de Boticas ao Bairro da Noruega, promovendo padrões de mobilidade mais sustentáveis, procurando garantir uma rede homogénea e contínua, mais confortável e atrativa. A presente intervenção contempla intervenções ao nível da pavimentação das bermas e repavimentação dos passeios existentes, no sentido de disciplinar e incentivar a circulação pedonal, incluindo as necessárias adaptações na rede de drenagem de águas pluviais existente, bem como a adaptação/reposicionamento de alguns elementos do sistema de sinalização vertical de código existente, em função do ambiente urbano pretendido.

 

Objetivos Específicos do Projeto:

  • Promover a revitalização do núcleo urbano e a reorganização e qualificação do espaço público, conferindo-lhe características mais urbanas e melhorando o seu enquadramento na malha urbana;
  • Reformular as características geométricas da Rua Camilo Castelo Branco e dotar esta via de condições de conforto para os utentes, que favoreçam uma mobilidade mais sustentável, nomeadamente a mobilidade pedonal;
  • Fomentar a mobilidade pedonal e os modos suaves de circulação e diminuir o impacto ambiental inerente à utilização do transporte rodoviário;
  • Reduzir a poluição atmosférica, o ruído, as emissões de gases com efeito de estufa e o consumo de energia.

 

Resultados esperados/atingidos:

A concretização da presente intervenção irá proporcionar um maior conforto e segurança dos utentes da via, possibilitando que esta esteja acessível a todos os cidadãos, sem excluir os utilizadores mais vulneráveis. Com este projeto pretende-se dotar a via de caraterísticas mais urbanas e de condições que favoreçam uma mobilidade urbana mais sustentável, nomeadamente, ao nível da circulação pedonal, promovendo os modos suaves de transporte como elemento de coesão social, constituindo um elemento chave para o desenvolvimento económico do concelho, como fator de coesão territorial, de continuidade do espaço físico, de deslocação dos fluxos populacionais, de acessibilidade ao território e aos mercados de bens e serviços.