Canais: | CMB Mobile | SMS | Newsletter | Vídeos | Youtube | Twitter | Facebook | Feeds RSS |  
Meo Kanal
  • Menu Principal
Divulgação
Consulta Pública
Gabinete de Promoção ao Investimento
Portugal 2020 - Investimentos
Roteiro das Minas
Boticas Parque
Geo Boticas
Planos Municipais de Ordenamento do Território em Vigor
Área de Reabilitação Urbana (ARU)
Plano de Urbanização de Boticas (Revisão 2013)
Equipamentos
Parque de Campismo
Piscinas Municipais
Canil
CEDIEC - Centro Europeu de Documentação e Interpretação da Escultura Castreja
Centro de Artes Nadir Afonso
Parque Arqueológico do Vale do Terva | Bobadela
CCDR
Pocto de Autarcas
Gabinete de Apoio ao Emigrante (GAE)
Comunicação de Leituras de Água
Adesão à Fatura Electrónica de Água
Contratos Públicos Online
Tipos de moinhos


Tipos de moinhos

No concelho de Boticas existe um número considerável de moinhos de água, que se eleva a cerca de 240. Subdividem-se nos dois tipos clássicos, distinguidos pela posição da roda motriz, azenhas de roda vertical de propulsão superior e rodízios ou moinhos de roda horizontal, embora as azenhas sejam numericamente pouco significativas neste conjunto.

Nos moinhos de rodízio, a admissão pode ser realizada de duas formas, que obedecem a princípios físicos distintos. A água é admitida por um cubo sem pressão constituído por uma caleira de pedra ou de madeira inclinada, ou então é admitida por um cubo com pressão formado por um tubo estanque constituído por aduelas de pedra.

Neste tipo de sistemas de admissão de água o cubo pode adaptar-se facilmente ao declive do terreno em que é construído o moinho, podendo ser inclinado, acompanhando o declive da encosta (moinho de tubo), ou perfeitamente vertical, constituindo um tipo de moinho internacionalmente conhecido como moinho de Arubah, de que subsiste um raro exemplar na aldeia de Atilhó, na freguesia de Alturas do Barroso.

Os moinhos funcionavam em geral apenas nos períodos de abundância de água. No período estival toda a água era utilizada para o regadio pelo que não era possível dispor dela para a moagem. Excepcionalmente existem azenhas e moinhos de rodízio (nomeadamente em Sapiãos) que eram explorados comercialmente pelos seus proprietários, que retinham uma parte do grão, levado por particulares para farinação, como pagamento (a maquia).


Atenção
Este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

| Primeiro Acesso | Ficha Técnica | Mapa do Site | Política de Privacidade e Segurança | Contactos | Links | Telefones Úteis | RSS Símbolo de Acessibilidade na Web Acessos W3C Markup Validation Service
W3C CSS Validator
Optimizado para: | N 9 | FF 4 | IE 9 | OP 9 | Safari 4 | Chrome 1 | Resolução: 1280 X 768 px | Copyright © CM-Boticas - 2011